Artigos

Sua alimentação em dias quentes

De que forma você se alimenta quando os termômetros estão estourando? A nutricionista dra Rita Novais traz 7 dicas ótimas de alimentação em dias quentes! Veja:

por Nutricionista Rita Novais

Uma boa alimentação em dias quentes melhora a produtividade!

Nem bem começamos a Primavera e já enfrentamos temperaturas acima de 40 graus! Um calor terrível e que influencia bastante o nosso apetite, além de nos fazer perder muito líquido. Contudo, como está a sua alimentação em dias quentes? De que forma se hidrata e sacia a sua fome? Tome cuidado!

Naturalmente que diante deste calor abrasador – que frita a gente até debaixo da sombra, perdemos grandes quantidades de água o dia todo, por meio do suor. E junto dele, uma alta quantidade de vitaminas e sais minerais que precisam ser repostos. A alimentação em dias quentes requer bastante cuidado justamente por isso, pois se não recompusermos tais propriedades de forma correta, nosso organismo sentirá fraqueza, incômodos, dentre outros males que podem até se complicar.

Uma boa forma de cuidar do corpo e da alimentação em dias quentes é cuidar, primeiramente de sua hidratação. Sabemos que o corpo humano é composto entre 45% e 70% de água. Em dias de grande calor, perde-se até 50% dessa água em suor e urina.

Assim, é necessário um cuidado enorme com a hidratação além da alimentação em dias quentes. Algumas frutas são bem recomendadas, mas, nem só de fruta sobreviverás ao calor! Portanto, aqui vão sete dicas que poderão melhorar a sua qualidade de vida quando os termômetros estiverem a beira de estourarem!

Sete dicas de alimentação em dias quentes

1 – Hidratação

Uma boa alimentação em dias quentes requer primeiramente cuidados com a hidratação do corpo. Hidratar-se constantemente é preciso. Preferível em média, o consumo de 35 ml por quilo de peso (sendo que para pessoas acima do peso pode sofre alguns ajustes).

Para tanto, algumas boas opções de bebida são: água, água de coco, chás naturais gelados, sucos de fruta natural ou polpa de fruta.

2 – Evite algumas bebidas

Quanto mais açúcar, cafeína ou álcool uma pessoa consome, mais ela perde líquidos, pois o corpo sente a necessidade de expelir essas substâncias tanto pelo suor, quanto pela urina. Em dias quentes, uma alimentação recheada destas substâncias pode se tornar uma bomba no organismo. Assim, evite tomar refrigerantes, café e bebidas alcoólicas em excesso nestes dias!

3 – Consuma alimentos leves e de fácil digestão

Frutas, verduras e legumes são ótimas fontes de vitaminas, minerais, fibras e água, além de serem alimentos refrescantes que combinam com as altas temperaturas. Boas sugestões de frutas e verduras são melancia, melão, ameixa, abacaxi, laranja, chuchu e abobrinha, que são mais ricos em água. As frutas podem ser também consumidas na forma de suco.

4 – Consuma mais folhas!

Consuma à vontade folhas verdes e verde-escuras, além de legumes associados a temperos naturais e leves como o azeite, o limão e o vinagre.

5 – Carne? Prefira as magras

Se for para comer carne, dê preferência às magras, como as carnes de frango ou de peixe. São digeridas mais facilmente, evitam desconfortos e são mais saudáveis.

6 – Evite alimentos calóricos

Acredita-se no calor, que é preciso comer “alguma coisa mais sólida”. Tem que comer e pronto, nem que seja um lanche, um pedaço de pizza ou mesmo uma coxinha rápida, frita na hora (ou há alguns dias no balcão da ‘padoca’). E com isso, acredita-se manter uma alimentação em dias quentes mais saudável, que nutri e dá força para o corpo. Ledo engano.

Em temperaturas elevadas, o consumo de altas calorias prejudica o desempenho do organismo e nos provoca grande incômodo. O mesmo vale para alimentos industrializados que são ricos em sódio e promovem retenção de líquido (amendoim, batatinhas fritas e etc). Sem contar o risco de um mal estar enorme, ou pior, de uma intoxicação. Cuidado!

7 – Como se proteger do Sol?

Claro que você leu o tópico e pensou logo em protetor solar! Mas não, não se trata apenas disso. Uma boa alimentação em dias quentes também pode te ajudar a se proteger dos raios ultravioletas, quando é necessário ir à luta em meio à ardência do clima.

Assim, alimentos ricos em betacaroteno, como abóbora, cenoura e mamão e licopeno como o tomate e melancia aumentam a fotoproteção da pele. Alimentos como o Azeite de Oliva, abacate, castanhas em geral, chia, linhaça e peixes são ricos em gorduras boas e vitamina E, que também fortalece a pele e até afasta os riscos de rugas, diante do desgaste promovido pelo calor.

Que tal se proteger com saúde e prazer neste tempo quente? Que tal adotar uma saudável alimentação em dias quentes que te ajude a turbinar o organismo e redobrar o seu pique? Dúvidas? entre em contato comigo, estou pronta a lhe atender e lhe ajudar!

Agende já a sua consulta nutricional presencialmente ou on line nos telefones 11 98525-1138 / 11 99228-8515.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *