Artigos

O que é dieta FODMAP?

A Dieta FODMAP ameniza as dores de estômago e o inchaço, mas precisa de acompanhamento nutricional. Saiba mais!

por Nutricionista Rita Novais

Afinal de contas, a dieta FODMAP é saudável? Primeiro, vamos entender o que é a dieta Fodmap.

A dieta FODMAP exclui os alimentos que são mal absorvidos pelo intestino, causando gases e má digestão.

Os alimentos excluídos na dieta FODMAP são classificados em oligossacarídeos fermentáveis, dissacarídeos, monossacarídeos e polióis.

Mas como a restrição dos alimentos na dieta FODMAP é benéfica?

A dieta FODMAP traz inúmeros benefícios para as pessoas que apresentam os sintomas da Síndrome do Intestino Irritável.

Ocorre que tais carboidratos são mal absorvidos no intestino delgado. Eles retém mais água e fermentam no cólon.

O baixo teor destes alimentos na dieta FODMAP melhora, por exemplo, as dores de estômago e o inchaço.

Estes incômodos são 81% e 75% maiores, respectivamente, em quem sofre com a Síndrome.

A dieta FODMAP, portanto, ajuda na digestão, no controle da flatulência, a diarreia e a constipação.

Todos podem fazer a dieta FODMAP?

Não! A dieta FODMAP não é para todos.

A menos que o(a) paciente tenha sido diagnosticado com Síndrome do Intestino Irritável ou se o(a) nutricionista achar necessário.

Devido a restrição, a dieta FODMAP deve ser seguida por um período de no máximo 4 a 6 semanas.

Veja os carboidratos que fazem parte dos grupos oligossacarídeos, dissacarídeos, monossacarídeos e pólios, e que, na dieta FODMAP são restritos:

Oligossacarídeos: trigo, centeio, legumes e várias frutas e legumes, como alho e cebola.

Dissacarídeos: Leite, iogurte e queijo mole. A lactose é o principal carboidrato.

Monossacarídeos: Várias frutas, incluindo figos e mangas, e adoçantes, como mel e néctar de agave.

A frutose é o principal carboidrato.

Polióis: certas frutas e legumes, incluindo amoras e lichia.

Bem como alguns adoçantes de baixa caloria, como a goma sem açúcar, por exemplo.

O(a) nutricionista orientará sobre a reintrodução alimentar, para ajudar a minimizar os sintomas e garantir a variedade na dieta.

Tudo para que o(a) paciente tenha novamente uma reintrodução aos alimentos.

Agende já a sua consulta nutricional presencialmente ou on line nos telefones 11 98525-1138 / 11 99228-8515.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *