Artigos

Alimentação no Inverno: Cuidados importantes

Em dias mais frios, manter uma alimentação equilibrada é um grande desafio. Veja como contornar essa dificuldade, mantendo uma alimentação saudável no inverno

Quase sempre, em dias mais frios, toda aquela dieta que prometemos seguir, acaba deixada de lado. A hidratação diminui, a prática de exercícios físicos tende a ser menor e claro, come-se mais, porque o corpo sente a necessidade de manter a massa corpórea aquecida por muito mais tempo.

É aí que se deve tomar cuidado com dois importantes pontos: a diminuição da ingestão de água e o excesso de calorias, que podem desencadear outros problemas.

Acredita-se que corpo desidrata menos em dias frios e que eliminamos líquidos apenas através da urina e do suor. Na verdade, tendo em vista que o organismo trabalha mais para manter a temperatura equilibrada, elimina-se água tanto na transpiração como no vapor da própria respiração. Por isso, manter a hidratação no inverno é muito importante.

No caso do consumo das calorias em excesso, que atire a primeira pedra, quem em dias mais frios, não sonha com uma pizza, uma lasanha ou aquele bolo quentinho saindo do forno? E parece que nestes dias, não importa o quanto se come, mais fome se sente. Sabe o porquê? Porque o corpo sendo obrigado a trabalhar mais para equilibrar a temperatura, pede mais energia para manter o ritmo metabólico.

E portanto, estamos sempre sentindo uma vontade de comer mais alguma coisa…

Mas então, como equilibrar uma alimentação saudável no inverno, atendendo ao nosso corpo, sem exagerar no consumo de alimentos calóricos no frio? Através de um bom planejamento alimentar, elaborado com o(a) seu(ua) nutricionista, para ter uma alimentação saudável e não ultrapassar o consumo diário necessário de calorias e nutrientes.

Como manter uma alimentação saudável no inverno quando se é atleta?

Como os atletas têm um gasto de energia e necessidades de consumo de água maiores do que o das pessoas que não praticam esportes, independente da época do ano, eles precisam atentar para os mesmos cuidados, com relação à hidratação, a queima de energia e o consumo desta através de sua alimentação.

Contudo, no inverno, os atletas gastam energia em excesso, pois além da queima habitual de calorias, há também o desgaste maior do organismo em trabalhar para reequilibrar a temperatura corpórea após os treinos.

É nesse sentido que uma suplementação adequada conforme a modalidade do atleta, pode ajudar ao organismo a suprir as carências de vitaminas e nutrientes, sem deixar que o profissional exagere no prato ou sinta um incômodo maior no dia a dia.

Você que pratica exercícios físicos ou atua como atleta em alguma modalidade, nem pense em por conta própria adotar a uma dieta, “porque esta ajudou a um amigo” ou porque “foi indicação de outra nutri para um colega”.

Não existe um cardápio generalizado para todos os atletas e praticantes de atividade física, mas sim, um planejamento alimentar rigorosamente elaborado por um profissional focado na sua modalidade, atento para o equilíbrio e ingestão de todos os nutrientes: carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas e minerais, além de fibras e claro, muita água.

Algumas dicas de ouro para uma alimentação saudável no inverno

Como o inverno pede uma ingestão maior de alimentos quentes, uma prática muito comum é a de se esquentar frutas como maçã e banana, por exemplo, e depois adicionar canela. Trata-se de um alimento que ajuda a saciar a fome e aquela vontade de “comer alguma coisa doce”, que sempre parece ser maior nos dias frios. Um fiozinho de mel em uma fatia de pão integral quentinha também é uma dica ótima.

No caso do atleta ou do praticante de atividade física, estas dicas também são valiosas, a fim de não prejudicar a dieta específica a que seguem. Mas tendo em vista a necessidade de reidratação e reposição de eletrólitos (sódio, potássio, magnésio, etc), uma outra dica é o consumo maior de água de coco, que é uma fonte natural de eletrólitos e reidratação, ajudando por exemplo a prevenir cãibras durante os treinos.

Outros cuidados importantes que o atleta deve tomar são: ingerir em média de 2 a 2,5 litros de água por dia; rejeitar refeições pesadas antes do exercício e evitar excesso de fibras próximo ao treino, para evitar algum desconforto do trato gastrointestinal.

Isso vale também para quem decide enfrentar o frio (não importa a temperatura) e frequentar a academia, até para aproveitar melhor o espaço que certamente estará um pouco menos movimentado que de costume.

Entre em contato!

Aproveite para agendar o seu acompanhamento nutricional e garantir que neste inverno, sua saúde permaneça em dia. Deixe o seu corpo em dia, sem passar fome ou engordar de forma absurda.

Consulta nutricional presencialmente ou on line. Entre em contato nos telefones 11 2307-8992 ou (WhatsApp) 11 99228-8515. Vamos conversar?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *