Artigos

Alimentação e Fertilidade: entenda a relação

Você sabia que o que você come, tem a ver com o seu potencial de fertilidade? Além de afrodisíacos, muitos  alimentos podem facilitar a tão sonhada gravidez. Leia mais!

por NUTRICIONISTA RITA NOVAIS

Primar por uma dieta saudável é o primeiro passo a quem deseja ter um corpo cheio de saúde, pique e disposição. Mais do que isso, a alimentação pode ser também um fator chave no aumento da libido e na proporção de disposição na hora de namorar! A fertilidade tem, desta forma, uma profunda ligação com o que comemos, cujos alimentos aumentam os hormônios sexuais e ajudam na fecundação. 

Assim, os alimentos aumentam a fertilidade tanto dos homens quanto das mulheres. Uma pesquisa realizada pelo “Journal of Human Reproduction”, por exemplo, mostrou que uma das maneiras de se diminuir a endometriose nas mulheres – doença que torna a gravidez inviável, é o consumo de Ômega 3, nutriente  presente em peixes de águas frias e profundas, tais como a sardinha e o salmão.

Alimentos ricos em zinco, por exemplo, são mais favoráveis às práticas sexuais, visto que melhoram a produção de testosterona, melhoram a espermatogênese e despertam a libido.

Contudo, é necessário estar atento à quantidade de alimentos ingeridos diariamente, principalmente carnes vermelhas e carnes de frango, ovos e peixes para evitar os excessos.

É importante ainda optar pelo consumo de vegetais, tais como frutas, legumes, verduras, que são ricas em vitaminas, minerais, antioxidantes e fitoquímicos. Alimentos com gorduras de qualidade não podem faltar à mesa, tais como oleaginosas, azeite.

Nas mulheres, é importante o consumo de alimentos ricos em ácido fólico, tais como brócolis, gema de ovo, espinafre, lentilha, grão de bico, feijões em geral, vegetais de folha verde escura e frutas cítricas. Fazer uma programação gestacional e iniciar a gestação sem carências nutricionais é muito importante para a saúde do bebe e da mãe.

A carência nutricional e de ácido fólico prejudica a formação neural do bebê e na formação da medula espinhal.

Para aumentar a fertilidade e ter uma gestação saudável é importante ainda uma alimentação rica em antioxidantes, rica em macro, micronutrientes e vitaminas do complexo B. São eles:

– Alimentos ricos em vitamina A:  batata doce, abóbora, cenouras e agriões;
– Alimentos ricos em vitamina C: kiwis, frutas cítricas, tomates, pimentão e vegetais verdes;
– Alimentos ricos em vitamina E: amendoim, peixes, sementes de girassol, frutas secas, abacates
– Alimentos ricos em Selênio: castanha-do-pará, ostra, atum, semente de girassol
– Alimentos ricos em Zinco: peixe, carne, frango, ostras, sementes, frutos secos e ovos;
–  Fitonutrientes: beterraba, mirtilos, açaí , brócolis, manjericão , alecrim,

Não esquecendo que, os homens não podem descuidar de sua alimentação, também para aumentarem seus potenciais de fertilidade. Para tanto, um estudo da Harvard Public School of Health  provou que homens que consomem maior variedade de carnes, sem limitar-se ao bacon ou linguiça, produzem uma qualidade melhor de espermatozoides.

Quanto aos alimentos que podem aumentar exponencialmente a fertilidade do homem são :integrais, ovo, frango,  grãos de bico , sementes, pois são ricos em zinco e nutrientes, elemento importante para o organismo e mineral indispensável na produção de espermatozoides.

São importantes também, alimentos ricos em selênio, complexo B e E, que são poderosos antioxidantes. Estão presentes no amendoim, nozes, laranja, couve-flor, alho, brócolis, cogumelos e frutos do mar.

Não descartando ainda, é claro, alimentos ricos em vitaminas C, que além de proteger os espermatozoides, auxiliam ainda no aumento de sua produção.

Quer conferir a alimentação e verificar se a sua dieta está balanceada? Se a sua saúde alimentar está em dia? Entre em contato! Quem sabe eu possa te ajudar? Unidade Tatuapé: 11 2091-1499 / 11 2295-0947 e 11 99228-8515 e Unidade Vila Mariana – São Paulo: 11 3467-4625 / 11 3467-4631 e 11 98415-3780.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *